Skip navigation

Olá!

No conto Saga, Hans entra em conflito com o seu pai, porque este se opõe ao seu sonho de ser marinheiro.

saga1

No entanto, o jovem não desiste dos seus objectivos, a ponto de abandonar a sua terra natal e a sua família, que nunca mais verá.

hans_porto1

Reflecte sobre as atitudes de Hans de Sören. Para te ajudar, aqui ficam alguns tópicos:

  • a sua fuga de Vig foi um acto de coragem ou de fraqueza?
  • em nome dos sonhos, a personagem abdicou de tudo: casa, conforto, segurança, família. Concordas com esta atitude?
  • o rapaz não acatou a vontade do pai, desobedeceu-lhe e enfrentou-o. Comenta o seu comportamento.

Bom debate!😉

45 Comments

    • Nádia Barbosa
    • Posted Janeiro 28, 2009 at 8:42 pm
    • Permalink

    Na minha opinião a fuga de Vig foi um acto de coragem pois Hans deixou sua familia, seu lar, seus amigos para descobrir novas terras.
    Concordo com a atitude que tomou mesmo sendo arriscada por deixar tudo de sua vida para trás mas fê-lo para começar uma nova vida num local desconhecido.
    Ele desobeceu e enfrentou seu pai o que provocou que o pai nao confiasse mais nele. Teve um acto de coragem só para realizar seu sonho.
    Se tivesse nessa situação teria de refletir se era um sonho que gostasse mesmo de realizar e se valeria apena.

    • Beatriz Ferreira
    • Posted Janeiro 29, 2009 at 2:43 pm
    • Permalink

    Olá!!;-)

    Na minha opinião, a sua fuga de Vig foi um grande acto de coragem, pois ele não desistiu do seu sonho, só porque o pai não concordava.
    Por isso, concordo com a atitude de Hans, mesmo que isso fosse muito duro para ele e para os pais, ele foi em procura do seu sonho, mesmo deixando todo o conforto, a família e a sua casa, que tinha em Vig.
    Hans enfrentou e desobedeceu ao pai.Por um lado acho que devia pensar no que iria fazer e não tomar decisões precipitadas, mas por outro lado ele tinha é de tentar concretizar o seu sonho, mesmo que isso magoasse a sua família.

  1. Olá!
    Na minha opinião, a sua fuga de Vig foi um acto de coragem, pois ele foi forte, não desistindo do seu sonho.
    Hans abdicou de todas essas coisas, e eu concordo com a sua atitude. Penso que quando um sonho é a valer, devemos segui-lo, mesmo sabendo que seria um grande desgosto para as pessoas mais próximas, e foi o que ele fez.
    Apesar de Sören ser seu pai, Hans enfrentou-o. Creio que essa atitude, por parte de Hans, foi um acto de coragem, pois por vezes, enfrentar um pai não é tarefa fácil, mas como o seu sonho falou mais alto, Hans não pensou duas vezes e arriscou.

    • Leonardo Barateiro
    • Posted Janeiro 30, 2009 at 6:52 pm
    • Permalink

    Eu penso que Hans teve uma grande actitude de coragem, pois fugiu de casa peranre todas as oposições que o pai lhe colocava. Ele abdicou de tudo, e tudo por causa de um sonho que tinha, e eu concordo e acho que quando se quer uma coisa tem que se lutar por ela, e acho que faria o mesmo.Ele apenas desobedeceu ao pai que não queria que lhe acontecesse o que aconteceu a seus irmãos mais velhos.Sören só queria proteger o filho mas Hans não se conformava com isso e por isso lutou pelo que queria .

    • Carla Lourenço
    • Posted Janeiro 31, 2009 at 10:27 pm
    • Permalink

    Olá!!
    Na minha opnião a fuga de Hans foi um acto de coragem, mas eu não concordo com a sua atitude pois penso que Hans poderia ter reslizado o seu sonho sem ter que abdicar do conforto que a família lhe dava. Como já referi eu não concordo com a fuga de Hans, mas acho que foi por causa do comportamento que o seu pai (Soren) teve que ele fugiu. Talvez se soren não fosse tão rijo, hans ficaria com a família e concretizava o seu sonho em Vig.

    • Carla Lourenço
    • Posted Janeiro 31, 2009 at 10:30 pm
    • Permalink

    Desculpe o erro, professor!!
    realizado*

    • Rafaela Nogueira
    • Posted Fevereiro 1, 2009 at 4:45 pm
    • Permalink

    Olá!
    Tendo em conta os tópicos apresentados pelo professor em relação as atitudes de Hans, eu penso que tudo envolveu muita coragem por parte dele, visto que abdicou de tudo para poder realizar o seu sonho de ser marinheiro. Eu se estivesse no lugar dele era capaz de ter a mesma atitude, pois quando queremos mesmo alguma coisa temos que “correr” atrás dela, porque sem esforço não se vai a lado nenhum.
    Em relação a ter abdicado do conforto da família, da sua casa e não só, eu acho que talvez poderia haver uma outra maneira de concretizar o seu sonho sem perder tudo isto, mas por vezes só pensamos na fuga porque é sempre mais fácil.
    Mas Hans nunca deve ter pensado noutra forma de concretizar o seu sonho sem abdicar de tudo, então enfrentou e desobedeceu seu pai e foi em frente para realizar o seu sonho. Fez bem em tentar realizar o seu sonho, uma vez que era uma coisa que queria muito, mas também acabou por cometer um grande erro em largar a sua família porque devia ter compreendido a reacção de seu pai, ele não o queria perder como perdeu os seus dois irmãos, mas Hans não pensou nisso porque o que ele queria era mesmo ser marinheiro e acabou por largou tudo.

    • José Ferreira
    • Posted Fevereiro 1, 2009 at 6:44 pm
    • Permalink

    Vejo que alguns já deram a sua opinião sobre a atitude de Hans.🙂 Claro que o que interessa nesta actividade é participar na partilha de pontos de vista, e cada um terá a sua opinião, pelo que estão de parabéns.😉

    E em relação a Sören? Como interpretam a sua posição ao longo da história?

    • Daniela Moreira
    • Posted Fevereiro 1, 2009 at 7:04 pm
    • Permalink

    Olá.
    Na minha opinião a fuga de Hans foi um acto de coragem, pois ele abandonou a sua famila, as pessoas que gostava para alcançar um sonho…
    Concordo com esta atitude porque quando nõs temos um sonho devemos lutar por ele, mesmo que tenha-mos de abdicar de familiares, amigos… e foi isto que Hans decidiu.
    O pai de Hans (Sören), não queria que Hans fosse marinheiro devido ao naufrágio ocorrido a um dos seus barcos, onde se esncontravam os seus dois irmãos mais novos, então desde aí Sören queria que on seu filho fosse para Copenhaga, mas este não estava de acordo com o pai, e não ia ser por causa do que aconteceu aos seus tios que ele ia desistir do seu sonho. O pai não gostou do que o filho disse. Então este fugiu de casa para concreterizar o seu sonho.
    Esta é a minha opinião.

    • Daniela Moreira
    • Posted Fevereiro 1, 2009 at 7:08 pm
    • Permalink

    Na minha opinião Sõrem foi muito injusto para com o seu filho. Pois como eu referi no outro comentário, não era por causa dos acontecimentos antigos que Hans não podia ser marinheiro.
    E ao longo da história, eu acho, que Sören devia ter perdoado Hans e aceitá-lo de novo em sua casa, poi teria sido muito mais feliz perto do filho, da nora e dos netos. e a mãe de Hans (Maria) teria morrido com o filho a seu lado.
    Professor corrija-me se eu tiver erros se faz favor.

    • Rafaela Nogueira
    • Posted Fevereiro 1, 2009 at 9:21 pm
    • Permalink

    Olá!🙂
    Em relação a Sören, eu acho que ele foi rigoroso demais com o seu filho, pois não quer dizer que o que aconteceu aos seus irmãos fosse acontecer a Hans. Mas por outro lado ele também estava com receio de perder o seu filho e isso é compreensivo.
    A meu ver eu acho que Sören devia ter perdoado Hans e aceita-lo de novo em casa, porque como a Maria Daniela referiu no seu comentário ele podia ter sido muito mais feliz com toda a sua família reunida, e a mãe de Hans podia ter morrido com a companhia de seu filho.

    • Ana Rita Silva
    • Posted Fevereiro 4, 2009 at 4:26 pm
    • Permalink

    Na minha opinião a fuga de Vig foi um acto de grande coragem por parte de Hans, porque para isso teve de abandonar a sua familia e a sua casa para concretizar o seu sonho. Eu acho que se era mesmo isso que Hans queria, ser marinheiro, fez bem em abdicar de tudo, porque na minha opinião nunca devemos de desistir dos nossos sonhos.Mas também acho que se fosse eu primeiro pensava bem se valia a pena deixar a familia e a nossa casa só para concretizar esse sonho.
    Em relação a Hans ter desobedecido ao pai. Isso só aconteceu porque ele queria realizar o seu sonho, e seu pai não aceitava isso, com medo de o perder. Na minha opinião acho que foi normal a atitude de Hans.

    • José Ferreira
    • Posted Fevereiro 4, 2009 at 8:05 pm
    • Permalink

    Olá!

    Já foi colocada a Avaliação final dos trabalhos de grupo na página “Home” da Wiki.

    Penso que os resultados globais merecerão uma reflexão por parte de todos os alunos da turma no que diz respeito à participação e empenho neste tipo de actividades.

    • Rafaela Nogueira
    • Posted Fevereiro 5, 2009 at 4:56 pm
    • Permalink

    Olá!🙂
    Sim, acho que as avaliações foram justas para todos os elementos da turma.

    • Helena Couto
    • Posted Fevereiro 6, 2009 at 7:51 pm
    • Permalink

    Olá ^.^
    Hans, sendo apenas um adolescente de 14 anos, a sua fuga de Vig foi um acto de muita corajem, pois ele deixou tudo o que tinha de bom e partiu para o desconhecido. Um “fraco” nunca faria semelhante coisa, nem de longe.
    No entanto, abdicar de casa, conforto, segurança, família e tudo para seguir o seu sonho não é brincadeira. Se por exemplo, isso acontesse comigo e eu não tivesse certeza de para onde ia e que já tinha um “lar” à minha espera eu não iria. Eu não concordo nem discordo, pois para Hans ter feito tal coisa é porque ele queria mesmo aquilo e quando se quer, quer😀
    Em relação ao que Hans “fez ao pai”, a minha é quase nula. No entanto, os pais (exepções à parte) são quem nos cria, educa, alimenta, nos dá um “lar”. Devemos-lhes respeito, coisa que não acontece com muita frequência nos dias que correm. Se Sören tinha uma opinião contrária ao filho, Hans deveria ter conversado melhor com Soren e tentado convencê-lo. Caso ele continuasse firme, então ele fugiria.

    Cumprimentos,
    Lena.

  2. Olá!
    Ao longo da história, Sören não teve um comportamento muito correcto para com o filho, Hans. Antes de tomar aquela decisão, Sören deveria ter reflectido melhor. É claro que voltaria a ser um grande desgosto se Sören perdesse , para o mar, alguém que lhe fosse muito querido.
    Contudo, na minha opinião, Sören deveria ter pensado nos seus familiares, pois se durante todo aquele tempo, Sören perdoasse o filho, esse passaria os últimos e os mais delicados momentos com a sua família. A morte da mãe de Hans poderia ter sido muito menos dolorosa se Hans lá estivesse, a seu lado.

    • Helena Couto
    • Posted Fevereiro 6, 2009 at 8:40 pm
    • Permalink

    Oh Lili já tinhas respondido bem😀

    Para que é que respondeste outra vez a uma pergunta que não foi feita :P?

    • José Ferreira
    • Posted Fevereiro 7, 2009 at 6:47 am
    • Permalink

    Tenho reparado que há aqui excelentes pontos de vista sobre as posições de Hans e Sören, e muito bem defendidos. Parabéns e obrigado pela vossa partilha de opiniões!🙂

    Já agora, e vocês, como imaginam o vosso futuro? Que profissão exercerás e como será a tua família e a tua casa? Imaginas-te a viver sempre no mesmo local ou, pelo contrário, desejas conhecer lugares diferentes?

  3. Oh Helena, se tomasses mais atenção ao que o professor edita no blog, com certeza de que não seria necessário teres feito essa observação…

    Isto não te diz nada, Helena?
    “E em relação a Sören? Como interpretam a sua posição ao longo da história?”

    • Helena Couto
    • Posted Fevereiro 7, 2009 at 4:09 pm
    • Permalink

    Desculpa devo ter passado aquele comentário.
    😛

    • Helena Couto
    • Posted Fevereiro 7, 2009 at 5:43 pm
    • Permalink

    Em resposta à nova questão do professor sobre nós…

    Eu todos os dias tento um pouco imaginar como será o meu futuro, segundo as intenções que eu tenho.
    Eu já há muitos anos que pretendia seguir a carreira de ciência. Mas claro que a “ciência” é muito ampla. Então, há coisa de um ano decidi,se tudo corresse bem, que iria seguir Ciência Forense. Mas não aqui em Portugal. Talvez no Reino Unido ou América. Tanto trabalhar como estudar, pois, para trabalhar correctamente, o melhor é aprender com os termos correctos naquele país com a própria língua.
    Por isso imagino-me assim noutro país, a trabalhar num trabalho que gosto.

    Se possível visitarei outros locais no mundo que sempre quis conhecer😀

    • José Ferreira
    • Posted Fevereiro 7, 2009 at 7:14 pm
    • Permalink

    Muito bem, Helena, gostei de saber do teu gosto por este tipo de ciência. Se o objectivo está traçado, venham os estudos.😉

    • Daniela Moreira
    • Posted Fevereiro 7, 2009 at 7:45 pm
    • Permalink

    Olá..eu ainda não tenho muito bem o meu futuro traçado. Em relação á profissão ainda estou um bocadinho indesisa, ou seja, serei professora de matemática (3º ciclo) ou serei bióloga. Gostaria de ter pelo menos dois filho um rapaz e uma rapariga e a minha casa desde que seja confortável e que não falte nada aos meus filhos, não precisa de ser nenhum casarão. Gostava de conhecer vários sítios, mas nas férias, não era estar sempre a viajar…

    • Helena Couto
    • Posted Fevereiro 7, 2009 at 8:56 pm
    • Permalink

    Professora de Matemática?! :O

    Muito bem Maria, mas não te esqueças de como anda a educação aqui em Portugal😛

    • Daniela Moreira
    • Posted Fevereiro 7, 2009 at 9:03 pm
    • Permalink

    Eu sei Helena..Mas também não precisa de ser em Portugal. Em África quem dera a muitas crianças aprender a ler e escrever, neste caso, saber fazer contas.

    • Helena Couto
    • Posted Fevereiro 7, 2009 at 9:13 pm
    • Permalink

    Claro que sim.

    Só tu é que decides o que queres e o que vais ser.😉

  4. Olá!
    Bem, eu por vezes ponho-me a pensar o que é que o futuro me reserva.
    Ainda não sei ao certo a profissão que gostaria de exercer, mas gostaria de ter dois filhos, um rapaz e uma rapariga. A minha casa não terá que ser muito grande e espaçosa, apenas um lugar confortável.
    Eu não imagino o meu futuro, sempre aqui, em Portugal. Imagino-me a conhecer város lugares no Mundo e, comunicar com várias pessoas. De certeza que irei visitar a minha terra Natal com mais frequência, para poder ver alguns dos meus familiares e amigos.😀

    • José Ferreira
    • Posted Fevereiro 8, 2009 at 10:38 am
    • Permalink

    É certo que na actualidade a Educação em Portugal não anda pelos melhores dias, mas será que nós, enquanto professores e alunos, não poderemos fazer nada, por pouco que seja, para a tentar melhorar?🙂
    Será a melhor atitude deixar andar, “baixar os braços” e esperar que outros ajudem e o façam por nós?
    Não teremos nós responsabilidade de melhorar a Educação para gerações futuras?
    Se sim, qual deverá ser o nosso contributo para tentar ajudar a melhorar esta situação?🙂

    • Daniela Moreira
    • Posted Fevereiro 8, 2009 at 6:24 pm
    • Permalink

    Eu acho que sim, pois nós enquanto jovens temos que contribuir para o melhoramento do nosso país e ver como podemos melhorar a nossa situação tirando proveito dos erros que os nossos adultos fazem para um dia mais tarde poder melhora-los, e para aqueles jovens que têm o sonho de ser politicos não cometam os mesmos erros que os nossos politicos de hoje cometem.;)

    • Marta Carolina
    • Posted Fevereiro 8, 2009 at 7:55 pm
    • Permalink

    Bem, venho atrasada, mas vou pôr as minhas opiniões na mesma.

    Em relação à pergunta colocada no post, Hans foi fraco. Fraco porque não insistiu com o pai (se bem que Sören também era teimoso), e optou pelo “caminho mais fácil”, ou seja, fugir. Que interessa a coragem que é necessária para o fazer? Virou as costas à mãe, à irmã e aos amigos por um sonho…ele ainda era jovem e podia perfeitamente mudar de ideias quanto aos sonhos. Podia ter sido mais prudente!
    Quanto ao abandonar a família, não concordo. Como referi acima, ele não conversou o suficiente com o Sören e acabou por fugir, como se se esquecesse da mãe, da irmã e dos amigos.
    O seu comportamento de enfrentar o pai foi corajoso de inicio, mas ao não insistir e fugir logo que possível, acaba por não ser tão corajoso assim e mostrar alguma falta de carácter.

    No fim disto tudo, não voltou a Vig e ficou o seu sonho por cumprir. Teria sido diferente se tivesse ficado com a família? Teria mudado de ideias, e arranjado outro sonho? Será que os sonhos são assim tão importantes? Isso não sei…😛

    • Marta Carolina
    • Posted Fevereiro 8, 2009 at 8:06 pm
    • Permalink

    Continuando…

    A posição de Sören ao longo da história não foi a mais correcta. Por causa da tragédia que aconteceu aos irmãos, impediu Hans de cumprir o sonho que tinha. Por outro lado, estava a protegê-lo, é o “instinto paternal”. Além do mais, se Hans fugiu, a culpa não foi totalmente do Sören. Como já referi várias vezes, Hans falhou ao não insistir. Então, afinal, o que tornou a atitude do pai de Hans ao longo da história pouco correcta? Sören falhou por ter sido demasiado teimoso para não perdoar Hans. Nesse caso, já não foi tão paternal, porque normalmente os pais costumam dar uma segunda oportunidade aos filhos.

    • Marta Carolina
    • Posted Fevereiro 8, 2009 at 8:25 pm
    • Permalink

    Em relação ao nosso futuro…

    Não costumo pensar frequentemente sobre o futuro. Ás vezes imagino como será, mas como é tão imprevisível, não perco muito tempo com isso. Viver o presente já é trabalhoso…
    Possivelmente, gostava de ter um emprego relacionado com a vida animal. Em que área da zoologia é que ainda não sei.
    Também gostava de escrever alguns livros nos tempos livres, assim ia aonde quisesse sem sair do sítio. Sonhar ainda é de graça…
    Agora a sério, viajar, se calhar visitar alguns países nas férias, como a Itália, a Inglaterra, a Irlanda, a Holanda e a Suíça. No entanto, em principio ficava a morar em Portugal.
    Por falar em morar, eu gostava de ter uma casa com pelo menos dois andares, 250 metros quadrados e um jardim, onde poderia, morar o meu marido e dois filhos😀

    • Marta Carolina
    • Posted Fevereiro 8, 2009 at 8:29 pm
    • Permalink

    Amanhã respondo ao resto, agora estou cansada xD

    Boa noite!

    • Nádia Barbosa
    • Posted Fevereiro 8, 2009 at 8:34 pm
    • Permalink

    A posição de Soren ao longo da história não foi correcta, pois ele nao podia deixar que o acontecimento que os seus irmãos tiveram o afecte e assim deixaria e apoiava Hans com seu sonho. Mas vendo noutro ponto de vista, Soren só queria proteger seu filho.
    Soren ficou muito magoado com seu filho por ter fugido mas devia te-lo perdoado ao perceber que ele conseguiu realizar seu sonho mas para Hans, na sua vida, faltava o perdão se seu pai.
    Mesmo mandando cartas, tentando explicar sua vida e seus actos, Soren nunca respondeu e nunca o perdou. Seus actos foram cruel para Hans e fez com que Hans aprende-se algo na sua vida

    • Helena Couto
    • Posted Fevereiro 9, 2009 at 3:53 pm
    • Permalink

    O que é que Hans aprendeu Nádia? ^.^

    ——————————-

    Em relação à última pergunta feita, eu penso que toda a gente pode, e deve contribuir para um bom funcionamento de tudo, quer seja da educação, economia ou outra coisa. No entanto o “povo” está sempre dependente das decisões tomadas pelos superiores, e eu acho que neste momento só eles (superiores) é que podem “levantar” a educação. Claro que as pessoas do “povo”, professores e estudantes também podem ajudar: parando de se queixar e aprensentar coisas concretas, agir. Por percentagens eu diria que melhorar a situação cabe 60% aos superiores (politicos), 25% aos ALUNOS, que também esgotam a paciencia dos professores e provocam um mau funcionamento de tudo, e 15% aos professores. Mas eu tenho a certeza de que se os senhores doutores presidentes e afins quisessem mesmo já ter melhorado a educação em Portugal, já o teriam feito.
    Tudo é uma questão de determinação e força de vontade😉

    • Rafaela Nogueira
    • Posted Fevereiro 9, 2009 at 7:50 pm
    • Permalink

    Olá🙂
    Eu também não tenho o meu futuro traçado, não sei ao certo que profissão quero seguir mas talvez alguma coisa que esteja relacionada com Artes ou com Desporto. Mas em relação à construção de família gostaria de ter dois filhos um rapaz e uma rapariga, e também com as minhas colegas referiram, uma casa confortável bastava para ser feliz.
    Eu também sou como a Liliana não me imagino sempre a viver aqui em Portugal, gostaria de conhecer outros lugares.

  5. Olá!
    Bem, todos sabemos como é que anda a Educação em Portugal. Ou seja, não anda numa boa fase…
    Os professores e alunos protestam, mas há sempre superiores a nós que acabam por vencer. Por vezes, mesmo esses, os superiores, saem vitoriosos sem razões concretas, o que torna a Educação em Portugal ainda mais injusta.
    Penso que, mesmo que arranjemos boas razões para mudar a Educação, não irá adiantar nada. Mas esta situação não pode continuar assim!
    Para mudarmos a Educação em Portugal, devemo-nos unir ainda mais para que a força das nossas vozes seja ouvida.

    Como referi na questão anterior, creio que se fizéssemos alguma coisa que diga respeito à Educação, os superiores não nos iriam dar ouvidos. Achando que “baixar os braços” não é a opção mais correcta perante a sociedade, por isso, devemos fazer mais protestos com argumentos mais evidentes.
    Presumo que fazer de conta de que não se passa nada à nossa volta, não nos ajuda nada, pelo contrário, aqui, nós somos os mais prejudicados.

    Acredito que se nós não actuarmos brevemente sobre este caso que tem abalado Portugal, os mais prejudicados serão as próximas gerações. Julgo que por mais difícil que possa ser o confronto entre os superiores e nós, devemos começar a pensar em novas estratégias, com resultados lógicos, para com a sociedade. Não podemos deixar acumular tudo isto, senão, os mais prejudicados serão as pessoas que irão habitar o nosso país, no futuro.

    Apesar de todo este apoio e responsabilidade que temos perante as gerações futuras, ainda não sei ao certo quais os contributos para ajudar Portugal nesta situação.
    Apenas sei que: A UINIÃO FAZ A FORÇA! 😀

  6. A parte em que diz: “(…)perante a sociedade, por isso, devemos fazer(…)”, o “por isso” era suposto não estar lá.

    Desculpem o erro.
    :Z

    • Nádia Barbosa
    • Posted Fevereiro 13, 2009 at 8:31 pm
    • Permalink

    Ola. Quanto ao meu futuro ainda ando a pensar como a irei viver. Ainda não sei que profissão quero seguir, quando á familia e á casa quanto mais e maior melhor. Quanto ao local para viver imagino ser no mesmo sitio mas viajando para outras terras, conhecendo.

    • Nádia Barbosa
    • Posted Fevereiro 22, 2009 at 4:09 pm
    • Permalink

    Oi.
    Helena eu acho que Hans aprendeu a dar mais valor a seu pai, sabendo o seu erro de desobedece-lo, pois nessa altura só pensou nele proprio deixando o resto das coisas de sua vida para traz.

    • Carla Lourenço
    • Posted Fevereiro 22, 2009 at 8:49 pm
    • Permalink

    olá!
    No que diz respeito ao meu futuro, ainda está por defenir. Eu penso que para idealizar um futuro é preciso tomar decisões muito importantes e essas decisões levam o seu tempo. Quanto á família de certeza que não a irei deixar tão cedo. na minha opnião o local onde estamos depende sempre das decisões que tomamos no passado.

    • Carla Lourenço
    • Posted Fevereiro 22, 2009 at 8:50 pm
    • Permalink

    desculpe o erro professor
    N com letra minúscula*

    • Helena Couto
    • Posted Março 3, 2009 at 8:24 pm
    • Permalink

    Obrigado por esclareceres a minha dúvida Nádia😀

    • Maria
    • Posted Fevereiro 23, 2012 at 8:47 pm
    • Permalink

    ola🙂 alguém me pode dizer qual era o maior sonho de Hans ? e qual eram os outros sonhos
    obrigado pela atençao

  7. I definitely wanted to compose a quick remark so as to thank you for those superb tips you are posting on this site. My incredibly long internet investigation has at the end been honored with beneficial details to write about with my company. I would point out that most of us visitors actually are unquestionably fortunate to dwell in a superb network with very many wonderful professionals with useful suggestions. I feel somewhat lucky to have used your entire webpage and look forward to tons of more exciting times reading here. Thank you again for everything.
    naturstein Kuechen arbeitsplatten


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: